3 de jun de 2010

Atos dos Apóstolos, 27
33. Enquanto ia amanhecendo, Paulo encorajou a todos que comessem alguma coisa, e disse: Já faz hoje catorze dias que estais em jejum, sem comer nada.
34. Rogo-vos que comais alguma coisa, no interesse de vossa vida, porque nem um cabelo da cabeça de alguém de vós perecerá.
35. Tendo dito isso, tomou do pão, pronunciou uma bênção na presença de todos e, depois de parti-lo, começou a comer.




AMO PAULO!

Um comentário:

  1. Pérola solta


    Sem que eu a esperasse,
    Rolou aquela lágrima
    No frio e na aridez da minha face.
    Rolou devagarinho...,
    Até a minha boca abriu caminho.
    Sede! o que eu tenho é sede!
    Recolhi-a nos lábios e bebi-a.
    Como numa parede
    Rejuvenesce a flor que a manhã orvalhou,
    Na boca me cantou,
    Breve como essa lágrima,
    Esta breve elegia.

    José Régio

    Adorável passar pelo seu espaço encantado e encher a alma de alegria. Linda arte!!!
    Beijos da Fada do Mar Suave.

    ResponderExcluir